Páginas

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

RJ tem déficit de 2 mil professores, diz secretário de Educação

Pedro Fernandes afirmou ainda que em fevereiro começa a pagar horas extras para suprir a carência de docentes.


Levantamento da Secretaria Estadual de Educação chegou a um déficit de 2.016 professores na rede. Em entrevista à repórter Mônica Sanches, o secretário Pedro Fernandes afirmou que no próximo mês começa a pagar horas extras.


“Já no mês de fevereiro, vamos soltar as gratificações, que são as GLPs, para contratar carga horária ociosa dos nossos profissionais da rede”, explicou. Segundo Fernandes, todas as disciplinas serão contempladas.


A secretaria apontou que 60% dos colégios de Ensino Médio só funcionam à noite e estabeleceu a meta de construir 12 escolas por ano para aumentar a oferta de vagas diurnas. “Precisamos de novas unidades para que a gente possa, em três anos, zerar essa demanda, em especial na cidade do Rio”, disse Fernandes.


Fernandes destacou ainda a criação de uma subsecretaria para fazer parcerias público-privadas para atrair empresas a fim de ampliar o número de escolas profissionalizantes.


Outra promessa da secretaria é publicar nos próximos dias edital para a compra e instalação de 25 mil aparelhos de ar condicionado. “Até o fim do ano que vem, 100% das nossas escolas estejam climatizadas. Iniciaremos obviamente pelas áreas com maior temperatura historicamente para que a gente possa minimizar esse problema”, disse Fernandes.

fonte: g1.globo.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário